Jovens de Rio Negrinho participam da Conferência Municipal de Assistência Social

As Unidades Projeto Pescar Battistella, CVG, Consórcio Rio Negrinho, Quater, SOLIDA, Renova e Mobasa participaram da IX Conferência Municipal de Assistência Social, realizada nos dias 19 e 20 de junho, no município de Rio Negrinho/SC. Segundo a coordenadora do Programa Social Pescar, Josiane Kohls, o debate sobre o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e a garantia de direitos é o momento da população avaliar e conferir a qualidade dos serviços e ações oferecidas pela política nacional de assistência social: “Além de representar o Projeto Pescar neste espaço, os jovens demonstraram interesse por tudo que foi apresentado, exercendo a sua cidadania.”

A educadora social, Graciane de Oliveira, conta que a temática foi trabalhada antes, em sala de aula: “Expliquei os principais conceitos do SUAS e simulamos uma mini conferência com os eixos apresentados. Os jovens gostaram muito da experiência e no dia seguinte, foram para as atividades aquecidos e desejando participar ativamente. Experiência muito rica a todos nós. Valeu muito a pena.”

Depoimentos dos jovens:

Unidade Projeto Pescar Consórcio Rio Negrinho, jovens Bruna Eduarda Frederich, Carla Letícia da Costa e Flávia Gabrielli da Rocha Ferreira: “Gostaríamos de agradecer pela oportunidade de participar da Conferência Municipal de Assistência Social. Com isso, agregamos conhecimento sobre todos os eixos debatidos e isso foi muito importante para nosso crescimento, pois de fato, nos sentimos peças essenciais para o desenvolvimento de nossa comunidade.”

Unidade Projeto Pescar Quater, David Geandrei Prado de Lima, 17 anos: “Participar da IX Conferência Municipal de Assistência Social foi gratificante para a turma toda, foram 10 horas de muito aprendizado, conhecimento e sabedoria com um tema importantíssimo e de grande interesse para a sociedade: Garantia de direitos no fortalecimento do SUAS. “

Unidade Projeto Pescar SOLIDA, Renova e Mobasa, Jaqueline de Matos,17 anos: “A experiência de estar em uma conferência da assistência social pela primeira vez foi importante para mim, pois tive a oportunidade de conhecer como tudo funciona e ver o quanto podemos participar ativamente das escolhas para a comunidade onde vivemos. Várias ideias surgiram para garantir os direitos e para o fortalecimento do SUAS. Espero que os delegados eleitos consigam defender nossas ideias na Conferência Estadual e assim trazer melhorias para nossa cidade.”