Unidades Asun, Citrosuco Santos, Fundação e Infraero apresentam à comunidade as novas turmas de 2017

Qual o sonho dos jovens que participam do Projeto Pescar? O que eles esperam do futuro? Onde moram? Como é a sua realidade? A cerimônia de apresentação da turma propicia aos participantes o contato com os beneficiários do programa de socioaprendizagem.

Até dois meses após o início das aulas, as Unidades preparam uma atividade com os jovens, onde eles são os protagonistas. A 7ª turma da Fundação Projeto Pescar e Infraero, por exemplo, apresentou para os parceiros, apoiadores da Unidade, voluntários e colaboradores das instituições, frases e palavras significativas para cada um dos adolescentes, explicando sua relevância.

Turma da Citrosuco, em Santos

Turma da Citrosuco, em Santos

Jovem Clara Alice

Fundação e Infraero: jovem Clara Alice

No Asun, a turma surpreendeu os presentes com uma peça sobre a história do Projeto Pescar e a apresentação de uma música, mostrando que os primeiros dias do programa de Iniciação Profissional em Serviços de Comércio, já estão fazendo a diferença na vida dos jovens.

1ª turma da Unidade Asun

1ª turma da Unidade Asun

Para o jovem João Victor Pereira da Silva, o dia 20 de março é um marco na sua vida: “Para muitos pode ser uma simples data, mas para a turma da Citrosuco, em Santos, foi quando iniciou uma grande oportunidade. O projeto é uma iniciativa mantida por empresas e entidades sem fins lucrativos, com a intenção de preparar jovens em vulnerabilidade social para o mercado de trabalho. Para os 17 jovens da Unidade, está sendo uma experiência diferente. No começo alguns eram tímidos, e com o tempo o grupo foi se soltando. A cada dia é um novo aprendizado que a educadora Ligia Prestes transmite. Hoje somos uma família!”

 

 

 

Asun: A turma preparou uma peça sobre a história do Pescar

Citrosuco Santos: Apresentação é notícia no jornal da Unidade

Fundação Projeto Pescar e Infraero: Assista o vídeo