“Atitudes que inspiram, envolvem e transformam” ganharam as ruas no Dia Nacional do Pescar

No Dia Nacional do Pescar, 20 de maio, as turmas desenvolveram o espírito do trabalho voluntário em vários espaços das suas comunidades. O tema “Atitudes que inspiram, envolvem e transformam”, ganhou as ruas com a força da interpretação dos jovens. Por meio da arte, da solidariedade e do empenho de todos, foi possível perceber que as grandes transformações só são possíveis com as pequenas atitudes de cada um de nós.
Em 2017, o Projeto Pescar comemora 41 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dia Nacional do Pescar é celebrado pelos jovens com ações solidárias

Os preparativos para a comemoração dos 41 anos do Projeto Pescar estão a todo vapor nas Unidades. Os jovens preparam atividades em benefício de suas comunidades e exercitam a cidadania. Abaixo, algumas ações previstas para o dia 20 de maio:

Ceará
Unidade Projeto Pescar Vicunha – em Maracanaú – Os jovens farão uma visita para conhecer e entregar lençóis aos pacientes do Hospital de Dermatologia Sanitária de Antonio Diogo, onde são tratadas as vítimas da hanseníase.

Goiás
Unidade Projeto Pescar Stemac – em Itumbiara – Os jovens pretendem realizar atividades de integração junto aos idosos do Lar Vicentino São Vicente de Paula.

Tocantins
Unidade Projeto Pescar Kenerson GO Eyewear – Palmas – Para comemorar o Dia Nacional do Pescar, os jovens escolheram realizar uma campanha de doação de sangue junto ao hemocentro do município. A turma está mobilizando amigos, parentes, colegas de escola, pessoas do bairro, colaboradores da empresa, para juntos doarem sangue e medula óssea. A coleta será realizada durante à noite, num horário especifico para atender ao Projeto Pescar.

Pará
Unidade Projeto Pescar Laboratório Aliança – Parauapebas – A turma irá promover uma manhã de integração com as pessoas com deficiência visual atendidas na Unidade Jonas Pereira de Melo. Estão previstas atividades de futebol, gincana e jogo de golbol.

Paraná
Unidade Projeto Pescar Associação Kurumi – em Jaguariaíva – Serão realizadas junto ao CREAS das cidades de Jaguariaíva e Arapoti uma campanha de combate a exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes. Estão previstas, apresentação de peça de teatro infantil para crianças da zona rural e urbana da rede municipal de ensino.

São Paulo: Neste link

Santa Catarina: Veja aqui

Rio Grande do Sul: Leia mais
Dia Nacional do Pescar

 

Jovens do Grupo Dimed vivenciam uma sessão de Tribunal do Júri no Memorial do Judiciário do RS

Os 17 jovens da Unidade Projeto Pescar Grupo Dimed, em Eldorado do Sul/RS, realizaram uma visita técnica no Memorial do Judiciário. A turma foi convidada a refletir sobre os conflitos geradores de ajuizamento de processos judiciais e sobre as possíveis alternativas para resolução antes de ser necessário recorrer à Justiça.

O grupo realizou os papéis envolvidos numa sessão de Tribunal do Júri: jurados, juíza, advogados, ré, promotora e testemunhas.

FADERGS promove I Congresso Estadual de Acessibilidade e Inclusão

“Os Desafios da Cidade Inclusiva” é o tema central do I Congresso Estadual de Acessibilidade e Inclusão do Rio Grande do Sul, uma realização da ACERGS (Associação dos Cegos do RS) e da FADERGS (Faculdade do Desenvolvimento do RS), com apoio institucional da FADERS (Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PcD e PcAH no RS).

O Congresso faz parte do calendário comemorativo dos 50 anos de fundação e atuação da ACERGS (1967 – 2017). Também contempla o programa pedagógico e o posicionamento da FADERGS, instituição comprometida com a causa da inclusão social, que elegeu esta temática central para o desenvolvimento de atividades com os alunos e professores ao longo de 2017.

Além destas instituições, que são as instituições realizadoras do evento, o Congresso conta com o apoio institucional da FADERS, que tem os temas “acessibilidade” e “inclusão” na essência da sua origem e atuação.

O Congresso busca estar sintonizado com os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da ONU, particularmente o Objetivo 11: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.”

Inscrições no site: https://acessibilidadeincl.wixsite.com/home

Homenagens por tempo de comprometimento com a causa Pescar

A Fundação Projeto Pescar valoriza a participação das empresas e organizações parceiras da entidade de assistência social, no Encontro Nacional de Dirigentes. Quando recebeu a distinção pela empresa Frameport, o Conselheiro Regional de SC, Marlon Koerich, destacou a necessidade de ampliar o número de Unidades: “Fiz questão de estar presente neste evento anual, para reforçar o laço que a gente tem e a importância do Projeto Pescar. Como voluntários nós temos como missão tornar esse projeto maior e o mais nacional possível, fazendo com que a cultura de voluntariado cresça no Brasil”.

Abaixo, registros dos principais momentos das homenagens pelos 5, 10, 15 e 20 anos de participação na Rede Pescar:

Resultado da votação eletrônica de renovação do Conselho Curador

Durante o Encontro Nacional de Dirigentes, foi divulgado o resultado da votação eletrônica de renovação do Conselho Curador. Foram eleitos por unanimidade os conselheiros curadores Afrânio Chueire, Fábio Goldschmidt, Jorge Herdina, Jorge Buneder, Vilson Noer e empossado pela primeira vez, o Dr. Flávio da Costa Vieira.

Conselho Curador da Fundação Projeto Pescar

Presidente de Honra
Rose Marie Vieira Motta Linck

Presidente
Romeu Edgar Schneider

Vice-presidentes
Renato Kunst
Rubens Hemb

Conselheiros
Afrânio Chueire
Carlos Kulzer
Cristiano Renner
Fábio Goldschmidt
Flávio da Costa Vieira
Jorge Herdina

Jorge Luiz Buneder
José Marciel Neis
José Paulo Grings
Júlio Mottin
Maria Elena Pereira Johannpeter
Norberto Farina
Vilson Noer

 

Resultados do SAP Jovem Brasil

Autoconhecimento

Um dos primeiros impactos na execução do programa é a proposta de autoconhecimento. Além de momentos em que o jovem é estimulado a despertar sentimentos e atitudes de aprovação em relação a si próprio, considerando-se capaz e digno de valor, ele tem um feedback individual do educador social, a partir dos resultados do Sistema de Avaliação Pescar – SAP Jovem, indicando pontos fortes e oportunidades de melhoria.

Essa descoberta e essa valorização de características até então desconhecidas, pois grande parte dos jovens atendidos tem uma imagem distorcida de si mesmo e valoriza aspectos negativos, aumentam a autoestima. Este momento de autoavaliação e a identificação do nível das competências trabalhadas no programa, em três etapas (início, meio e a conclusão da capacitação), contribuem para o desenvolvimento pessoal e profissional do jovem.

Em concomitância, a relação com os educadores sociais e os voluntários, com suas histórias de vida e diferentes realizadas e visões de mundo, inspira os jovens a buscar um futuro melhor. Diferentemente de outros adolescentes, pelo perfil socioeconômico, esta é muitas vezes, a única oportunidade de construir ou mesmo “reconstruir” seu projeto de vida.7