Dia Nacional do Pescar é celebrado pelos jovens com ações solidárias

Os preparativos para a comemoração dos 41 anos do Projeto Pescar estão a todo vapor nas Unidades. Os jovens preparam atividades em benefício de suas comunidades e exercitam a cidadania. Abaixo, algumas ações previstas para o dia 20 de maio:

Ceará
Unidade Projeto Pescar Vicunha – em Maracanaú – Os jovens farão uma visita para conhecer e entregar lençóis aos pacientes do Hospital de Dermatologia Sanitária de Antonio Diogo, onde são tratadas as vítimas da hanseníase.

Goiás
Unidade Projeto Pescar Stemac – em Itumbiara – Os jovens pretendem realizar atividades de integração junto aos idosos do Lar Vicentino São Vicente de Paula.

Tocantins
Unidade Projeto Pescar Kenerson GO Eyewear – Palmas – Para comemorar o Dia Nacional do Pescar, os jovens escolheram realizar uma campanha de doação de sangue junto ao hemocentro do município. A turma está mobilizando amigos, parentes, colegas de escola, pessoas do bairro, colaboradores da empresa, para juntos doarem sangue e medula óssea. A coleta será realizada durante à noite, num horário especifico para atender ao Projeto Pescar.

Pará
Unidade Projeto Pescar Laboratório Aliança – Parauapebas – A turma irá promover uma manhã de integração com as pessoas com deficiência visual atendidas na Unidade Jonas Pereira de Melo. Estão previstas atividades de futebol, gincana e jogo de golbol.

Paraná
Unidade Projeto Pescar Associação Kurumi – em Jaguariaíva – Serão realizadas junto ao CREAS das cidades de Jaguariaíva e Arapoti uma campanha de combate a exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes. Estão previstas, apresentação de peça de teatro infantil para crianças da zona rural e urbana da rede municipal de ensino.

São Paulo: Neste link

Santa Catarina: Veja aqui

Rio Grande do Sul: Leia mais
Dia Nacional do Pescar

 

Santa Catarina

Unidade Projeto Pescar Aemflo e CDL São José – São José – Será realizada uma visita ao Jardim Botânico do município, para o plantio de 41 mudas de árvores nativas da mata atlântica.

Unidade Projeto Pescar Battistella – Rio Negrinho –  Os jovens irão promover uma palestra sobre saúde mental na adolescência para os alunos da Escola Municipal de Ensino básico Lucinda Maros Pscheidt. O público, de 12 a 14 anos, irá receber orientações de como suas atitudes podem influenciar em sua saúde mental e das pessoas que os cercam.

Unidade Projeto Pescar CVG – Rio Negrinho – Com base no filme Escrevendo Uma Nova Vida, cada jovem escreveu uma carta de motivação para um idoso do Grupo de Convivência para Idosos Felicidade. No dia 18 de maior, será promovido um encontro presencial, onde a turma conhecerá pessoalmente os destinatários, trabalhando o verdadeiro significado do tema do ano: “Atitudes que inspiram, envolvem e transformam.”

Unidade Projeto Pescar Consórcio Rio Negrinho – Rio Negrinho – Em maio os jovens arrecadaram 200kg de alimentos não perecíveis, que estão sendo entregues para pessoas em situação de vulnerabilidade social. No dia 21 de maio será realizada a última doação para famílias do município de Rio Negrinho e São Bento do Sul.

Unidade Projeto Pescar Dibrape – Guaramirim – A Unidade irá distribuir folderes no bairro Corticeira e Corticeirinha. No material, além de informações do Projeto Pescar, cuidados com a saúde, como a febre maculosa, leptospirose e hantavirose. A ação acontece em parceria com a Secretaria de Saúde do município.

Unidade Projeto Pescar Frameport – Caçador – Visita e entrevista na rádio local, organização da praça da cidade, visita na APAE e trilha ecológica fazem parte da programação da turma para as comemorações da data. O objetivo, segundo o educador social, Edson Sidnei Hubner, é despertar nos jovens o sentido de solidariedade e sobretudo a iniciativa em fazer algo pela comunidade.

Unidades Projeto Pescar SOLIDA/Renova/Mobasa e Quater – Rio Negrinho – As duas Unidades irão arrecadar alimentos não perecíveis e pares de meias na comunidade. Os alimentos arrecadados serão doados a Fundação Hospitalar de Rio Negrinho e as meias para a ala geriátrica dessa instituição.

Seminários de Articuladores iniciam por Santa Catarina

Nesta quinta-feira (16/03) foi realizada a primeira edição do Seminário de Articuladores da Rede Pescar, na Unidade CVG, em Rio Negrinho/SC. O momento foi de fortalecimento, valorização e de informações para o profissional que é o elo fundamental entre a Unidade Projeto Pescar, o Dirigente e a Fundação Projeto Pescar.

Segundo a gerente do Programa Social Pescar, Silvia Ramirez, os articuladores tiveram uma participação ativa: “Foi um dia muito produtivo! De muita parceria e consolidação, com atores estratégicos alinhados e aliados pelo Projeto IntegrAção. Senti todos muito felizes com o momento.”

d93ac23a-a2fe-480d-a26d-71cefa16ed38

80a9a9f4-5407-4118-8835-bb077c38e882Unidades participantes: Frameport, Consórcio Rio Negrinho, SÓLIDA/Renova/Mobasa, Quater, Battistella, CVG, Dibrape, Associação Kurumi e Braslumber.

Próxima edição: 
22 de março – Rio Grande do Sul

39d99b3c-13f3-4cbd-be67-c391134aabf3

Neste dia, o educador social da Frameport, Edson Sidinei Hübner deu uma aula para os jovens da CVG, Unidade anfitriã do evento. Ele acompanhou o articulador até o local e aproveitou a oportunidade para trocar informações com a turma

 

CVG faz histórico das turmas do Projeto Pescar no site da empresa

A Unidade Projeto Pescar CVG iniciou o atendimento à comunidade em 2011. No site da empresa há um histórico do desenvolvimento do programa de Iniciação Profissional em Processos Industriais e os resultados alcançados até aqui.

Até o ano de 2016, foram capacitados 73 jovens com um percentual de empregabilidade de 85,71%. Segundo o diretor superintendente, Carlos Alberto, os egressos contratados são proativos e demonstram interesse em se afirmar na empresa, através de participações em cursos técnicos para aprimoramento de sua capacitação:

“A cada ano, a expectativa com o Pescar cresce, quer seja em âmbito pessoal, quer seja em âmbito familiar, pois há a oportunidade de encaminhamento profissional, somada ao relacionamento, à organização e ao reconhecimento da comunidade dos valores, como o voluntariado. Acreditamos que estes jovens estarão contribuindo para formação de uma sociedade cada vez mais correta, responsável e participativa.“

 Mais: aqui

Battistella, Consórcio Rio Negrinho, CVG, Quater, SOLIDA, Renova e Mobasa investem nos jovens de Rio Negrinho

Nesta semana foi realizada a certificação da 2ª turma da Unidade Projeto Pescar Consórcio Rio Negrinho. O momento marca o envolvimento das empresas e organizações locais na manutenção do Projeto Pescar no município de Rio Negrinho/SC.

A iniciativa, que começou na Quater, hoje repercute em mais duas empresas e dois consórcios. Cerca de 75 jovens em situação de vulnerabilidade social são capacitados/ano pelas empresas Battistella, CVG, Quater, Consórcio Rio Negrinho, SOLIDA/Renova e Mobasa. Para os adolescentes atendidos, este é o primeiro passo na trajetória profissional, como mostra o depoimento abaixo:depoimento formanda

Battistella

Battistella

Companhia Volta Grande de Papel - CVG

Companhia Volta Grande de Papel – CVG

Egressa da Battistella conquista vaga em duas universidades públicas

A notícia de que a Egressa da Battistella, Julie Stefani Colasso, passou no vestibular para duas universidades gratuitas está sendo comemorada na Unidade Projeto Pescar. A jovem conquistou uma vaga na  Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) , em Sistemas de Informação, e uma vaga na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Engenharia Florestal.

A educadora socialegressa vestibular em universidades publicas, Luciana Maria Mendes, conta que muitos amigos da escola disseram que ela não conseguiria estudar para passar no vestibular em uma universidade pública e conciliar com a participação no Projeto Pescar, mas ela se esforçou e alcançou o seu objetivo: “É uma história que com certeza irá inspirar nossos futuros jovens a também superarem desafios e transformarem a vida deles!”

Schaefer Yachts forma nova turma do Projeto Pescar

Jovens em vulnerabilidade social da região de Biguaçu (SC), na Grande Florianópolis, deram o primeiro passo em direção ao mercado de trabalho durante a formatura do curso Iniciação Profissional à Produção Náutica, parceria entre o estaleiro catarinense Schaefer Yachts e o Projeto Pescar. A solenidade ocorreu na última quinta-feira (10), na unidade da capital catarinense da empresa, na cabeceira continental da ponte Hercílio Luz, e contou com familiares, amigos, autoridades e representantes da indústria. “São jovens com atitude e que têm tudo para um futuro promissor. Saem do Pescar mais preparados, maduros e com consciência cidadã”, afirmou Letícia Polli dos Anjos, gerente de Recursos Humanos da Schaefer Yachts.formatura pescar

A formatura foi resultado de um ano de muitas atividades – foram 828 horas/aula – que deixaram o grupo com habilidades para atuar na indústria náutica, além de conferir a eles noções de cidadania e ética. Segundo Paula Hoffmann Costa, orientadora do projeto, o curso não formou somente novos profissionais, mas também cidadãos. “Não se trata apenas de aptidão para o trabalho. Os valores incutidos vão acompanhá-los por toda a vida”, comentou, orgulhosa.

Presente no evento, a secretária de Educação de Biguaçu, Luciane Beatriz Garzo, ressaltou a vontade dos participantes. “Foi um período puxado, que envolveu muita dedicação”, disse, ressaltando o exemplo da empresa: “É de empreendedores assim que precisamos para construir uma sociedade melhor e mais justa”. Carlos Stegemann, paraninfo da turma e responsável pela dinâmica Fomento à Leitura, contou um pouco sobre sua participação. “A ideia foi mostrar o quanto a literatura ensina e diverte e todos assimilaram muito bem a proposta. Eram jovens que nunca haviam lido um só livro e se tornaram fãs de Julio Verne, Gustav Flaubert, Connan Doyle, Kafka e outros”, relatou.

Ézio Rezende, superintendente da Fundação Projeto Pescar, frisa que a iniciativa, aliada ao turno escolar normal, oferece a tão sonhada escola de período integral. “Com o Pescar o aluno está sempre em atividade, nas unidades de ensino e nas aulas promovidas na empresa correspondente. Trata-se de uma realidade almejada por toda a sociedade”, explica.

Com 40 anos de história, o Projeto Pescar já capacitou cerca de 27,5 mil pessoas, com taxa de 92,1% de empregabilidade. Hoje a iniciativa possui 98 unidades no Brasil e 28 no exterior, em países como Argentina, Peru, Paraguai e Angola. Fonte: Revista Náutica

 

Jovens da Frameport participam de seminário em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes

Os jovens da Unidade Projeto Pescar Frameport participaram do seminário municipal sobre Sistema de Proteção Integral aos Direitos da Criança e Adolescentes, que ocorreu na Câmara Municipal de Caçador, no dia 20 de outubro. O educador social Edson Sidinei Hübner destacou que esta presença foi muito importante para aprofundar a vivência prática sobre a cidadania.DSC04698

Para a jovem Aline Gomes Savi, vivenciar este momento lhe fez entender mais sobre os seus direitos e deveres, principalmente os das crianças e dos adolescentes: “O que mais me chamou atenção foram os deveres, pois as pessoas, na maioria, esquecem deles. Houve também a parte que explicaram sobre cada serviço público, como assistência social, conselho tutelar, polícia, juiz, corpo de bombeiros…”.

O jovem Gabriel Barbosa da Silveira, destacou o papel do Conselho Tutelar: “Participar do seminário foi uma experiência muito boa, aprendi a diferenciar o que compete a cada um dos órgãos públicos e o que não compete. Por exemplo, o conselho tutelar não faz investigação, isso é dever da polícia, mas eles se ajudam. As leis servem para isso, dizer o que cada um deve fazer para garantir nossos direitos que estão escritos na constituição. Com todo este conhecimento que recebi, vai servir para minha vida toda, agradeço a oportunidade que recebi de participar, foi incrível”.DSC04701

Sobre as escolhas e o escolher…

Lincol Pedro Drosdek

Psicólogo – Educador Social Projeto Pescar

 Já parou para pensar quantas escolhas você faz por dia, desde as mais simples, como qual roupa irá usar, até as mais complexas, como uma atitude frente ao seu trabalho? Se fôssemos contabilizar tais escolhas, certamente entrariam na casa dos milhares.

No entanto, o velho ditado nos diz: “Mais importante que a quantidade, é a qualidade”. Sendo assim, aprofundo a indagação acima perguntando: Como é a qualidade das suas escolhas?

Qualidade das escolhas está diretamente ligada à famosa “qualidade de vida”, tão citada em livros, revistas e até propagandas de TV. Suas escolhas refletem suas vivências e o contrário também é verdadeiro. Não existe uma fórmula ou guia especial para as melhores escolhas da vida, até porque uma escolha certa ou errada depende de muitos fatores, como espaço-tempo, situação, experiência, história, cultura, aspectos individuais, etc.

O que podemos fazer num primeiro momento é parar… sim, PARAR (palavra que na atualidade, onde as coisas acontecem com rapidez e sem falhas, chega a ser perturbadora), e analisar quais escolhas tomamos e que fizeram eu chegar até este momento da minha vida, quais delas posso continuar tomando e o que é preciso mudar. Mas como avaliar isso?

Quais escolhas me trazem evolução, saúde, aprendizagem e mudança? Essas escolhas fazem você crescer. Logo, quando alguns caminhos que você toma não trazem muitas das situações mencionadas, é hora de refletir, analisar o que pode aprender para não repetir mais tais posturas e se preparar para as cenas do próximo capítulo de sua vida, pois você deve ser o ator principal dela e não um coadjuvante, quiçá, figurante.

E como garantir que minhas escolhas tragam sempre crescimento? Treinando, refletindo, tendo consciência de como você age e reage frente às situações do dia a dia, preocupando-se mais com você do que com outrem, diminuindo seus autojulgamentos e acima de tudo… vivendo.

Unidade Projeto Pescar Quater recebe adolescentes do CRAS

Os jovens Quater, em Rio Negrinho/SC, apresentaram o Projeto Pescar para adolescentes do CRAS.  Eles contaram a história do Projeto Pescar, aplicaram dinâmicas e exibiram uma peça de teatro sobre entrevista de emprego. Segundo a coordenadora da Regional, Josiane Khols, as atividades foram conduzidas pela turma.

O CRAS, Centro de Referência de Assistência Social , é o local onde são oferecidos os serviços socioassistenciais da Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios e DF.