Jovens da 5ª turma da Unidade Terreos encerraram o curso de Iniciação Profissional em Logística em dezembro

Dezenove jovens, com idades entre 16 e 19 anos, concluíram em dezembro (13), mais uma edição do Projeto Pescar, realizado pela Tereos Açúcar & Energia Brasil em parceria com a Fundação Pescar. O programa de formação é gratuito e ofereceu o curso de Iniciação Profissional em Logística.

As atividades tiveram como voluntários colaboradores da empresa, que também prepararam os adolescentes sobre como se portar no ambiente profissional. Cerca de 150 funcionários de todas as áreas da companhia estão envolvidos no projeto, que já está em sua quinta edição.

Segundo Rui Carvalho, gerente de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Tereos, o Projeto Pescar busca desenvolver as competências pessoais e profissionais de jovens em situação de vulnerabilidade social, visando sua inserção, manutenção e ascensão no mundo profissional.

Cada jovem tem jornada com carga semanal de 30 horas e fica um total de 11 meses na empresa, podendo atuar em vários setores. As atividades contemplam conteúdos relacionado à formação profissional e pessoal, além de bolsa-salário, vale-alimentação, transporte e atendimento odontológico na empresa.certificação

Entre os formandos está Raieni da Silva Lagedo, de 18 anos. Ela finalizou o curso já com a notícia de que foi contratada para atuar no setor financeiro da Tereos. “Foi uma emoção muito grande”, revela Raieni. A estudante conta ainda que está muito satisfeita com o resultado da formação. “No início, eu fiquei um pouco apreensiva, mas os educadores se mostraram sempre dispostos a me ajudar.  Sempre nos estimularam, deram dicas do que poderíamos usar no nosso dia a dia. Foi um grande aprendizado”, conta ela.

José Lucas Batista, de 19 anos, também integrou a turma e avalia que o projeto foi muito importante para a sua vida. “Antes, eu não tive grandes experiências que agregaram na minha formação profissional, não tinha muita expectativa de trabalho, nem de cursar faculdade. Quando entrei no Pescar, enxerguei muitas oportunidades, de querer fazer um curso superior e estudar inglês. Hoje, sei que quero fazer Agronomia e já estou buscando uma vaga no curso”, conta o estudante.

O projeto foi implantado na Tereos em 2013 e, durante esse período, 100 jovens das cidades de Olímpia e Severínia já foram beneficiados.

Fonte: Olímpia 24h