Novas categorias para registro de ocorrências com Jovens

 

Os novos tipos de ocorrências com jovens foram criadas com base nos registros dos Educadores(as) Sociais durante o ano de 2017;

As mesmas visam garantir o registro do acompanhamento do Jovem, o monitoramento dos indicadores do Projeto Pescar e a qualificação do atendimento;

 

As ocorrências são registradas pelo(a) Educador(a) Social no Portal Educacional / Menu Início / Ocorrências;

Ocorrências Nível 1 necessitam, obrigatoriamente, de abertura de chamados para a supervisão.

Ocorrências de Nível 1:

Questões psicológicas/emocionais:
Dificuldades psicológicas/emocionais que o jovem esteja enfrentando e que vem prejudicando o desempenho dele no programa.
Exemplos: Automutilação (lesões autoprovocadas intencionalmente); depressão; uso de substâncias psicoativas; tentativa de suicídio).

Possibilidade de desligamento:
Jovem comete falta grave, desrespeita as normas ou não se adapta ao Programa Social Pescar. O desligamento só é efetivado com o parecer técnico da Supervisão da Fundação Projeto Pescar.

Violência: física, psicológica ou moral:
Violência física: Entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal
Violência Psicológica: Entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da autoestima / ou que prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento do jovem / ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões
Violência Moral: Entendida como qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria

Obs.: As ocorrências do Jovem que comete a Violência: física, psicológica ou moral, devem ser lançadas na categoria desrespeito às normas. E faltas graves o Educador(a) Social abre um chamado para a supervisão, com possibilidade de desligamento.

Furto ou roubo:
Entendido como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais ou bens dentro da Unidade ou da organização.

Frequência na escola abaixo de 85%:
Frequência escolar abaixo de 85% e/ou sucessivas faltas injustificadas, que implicariam em possibilidade de desligamento do Programa se chegar abaixo de 75%.

5 Faltas/Mês sem justificativa:
Jovem falta 5 dias no Programa no mesmo mês, sejam eles seguidos ou não, sem apresentar qualquer atestado que comprove o motivo da falta.

Ocorrências de Nível 2:

Desrespeito às normas:
Jovem desrespeita as normas do Programa Social Pescar e/ou da empresa.

Saúde:
Problemas de saúde que impactam no desempenho ou frequência do jovem durante período determinado. Nesta categoria também se registra as gestantes.

Obs.: Para gestante Aprendiz, Educador(a) ou Supervisor(a) devem abrir chamado para a Fundação Projeto Pescar solicitando aditivo de contrato.

Outros:
Ocorrências não contemplada nas categorias disponíveis.

Ocorrências de Nível 3:

Conquistas:
Questões que mereçam reconhecimento que extrapolam o dia a dia do Programa.
Exemplos: Seleções em concursos, aprovação em vestibulares, bolsas de estudos, entre outros.

Egresso:
Egressos que procuram a Unidade Projeto Pescar buscando ajuda para inserção no mundo do trabalho.
Exemplos: Segunda via de certificado, confecção e emissão de currículos, oportunidades de capacitações, subsídios para dinâmicas e entrevistas.