Os 13 anos de parceria da Procempa com o Projeto Pescar são comemorados na certificação

Dezessete jovens da Unidade Projeto Pescar Procempa receberam os diplomas de conclusão do curso de Iniciação Profissional em Serviços de Informática e Redes. A certificação, realizada em dezembro (20), no Teatro Renascença, foi acompanhada pelos familiares, amigos e instrutores voluntários da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa) e de outras entidades, que ao longo do ano,  dedicaram parte do seu tempo para compartilhar com jovens seus conhecimentos.

Porto Alegre, RS - 21.12.2017 Formatura de jovens do Projeto Pescar Procempa Foto: Mônica Bidese/ Divulgação PMPA

Porto Alegre, RS – 21.12.2017
Formatura de jovens do Projeto Pescar Procempa
Foto: Mônica Bidese/ Divulgação PMPA

O diretor-presidente da Procempa, Paulo Miranda e o presidente voluntário da Fundação Pescar, Edgar Bortolini, destacaram em suas manifestações a importância da parceria para a formação dos jovens e deixaram uma mensagem de incentivo ao grupo estimulando-os a continuarem buscando novos desafios. “Nós estamos orgulhosos desta parceria que nos proporciona há 13 anos capacitar jovens e promover a sua inclusão social. Já passaram pela Procempa mais de 200 meninos e meninas desde que aderimos ao projeto. E há exemplos de como o engajamento na preparação dos adolescentes para o exercício de uma profissão foi importante. Temos egressos do Pescar que já estão no mercado, então, não desistam. Hoje nós proporcionamos essa oportunidade e vocês a usaram para se formar. Persistam nos seus sonhos”, salientou Miranda.

Ao longo de 2017, os jovens participaram de atividades que incluíram conhecimentos para manutenção de computadores e redes, e de desenvolvimento pessoal e cidadania. O objetivo do projeto, que contempla jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica, além de educar e formar cidadãos, é prepará-los para darem os primeiros passos no mundo do trabalho. Ao todo, o curso somou 800 horas de aula. Elen Luiza da Cruz Santos e João Bernardo da Luz Joaquim, oradores da turma, destacaram a importância desse tipo de iniciativa que qualifica os jovens para os primeiros passos na vida profissional. “Foi uma vitória fazer parte do grupo”, disse Elen.

Fonte: Procempa