Os 13 anos de parceria da Procempa com o Projeto Pescar são comemorados na certificação

Dezessete jovens da Unidade Projeto Pescar Procempa receberam os diplomas de conclusão do curso de Iniciação Profissional em Serviços de Informática e Redes. A certificação, realizada em dezembro (20), no Teatro Renascença, foi acompanhada pelos familiares, amigos e instrutores voluntários da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa) e de outras entidades, que ao longo do ano,  dedicaram parte do seu tempo para compartilhar com jovens seus conhecimentos.

Porto Alegre, RS - 21.12.2017 Formatura de jovens do Projeto Pescar Procempa Foto: Mônica Bidese/ Divulgação PMPA

Porto Alegre, RS – 21.12.2017
Formatura de jovens do Projeto Pescar Procempa
Foto: Mônica Bidese/ Divulgação PMPA

O diretor-presidente da Procempa, Paulo Miranda e o presidente voluntário da Fundação Pescar, Edgar Bortolini, destacaram em suas manifestações a importância da parceria para a formação dos jovens e deixaram uma mensagem de incentivo ao grupo estimulando-os a continuarem buscando novos desafios. “Nós estamos orgulhosos desta parceria que nos proporciona há 13 anos capacitar jovens e promover a sua inclusão social. Já passaram pela Procempa mais de 200 meninos e meninas desde que aderimos ao projeto. E há exemplos de como o engajamento na preparação dos adolescentes para o exercício de uma profissão foi importante. Temos egressos do Pescar que já estão no mercado, então, não desistam. Hoje nós proporcionamos essa oportunidade e vocês a usaram para se formar. Persistam nos seus sonhos”, salientou Miranda.

Ao longo de 2017, os jovens participaram de atividades que incluíram conhecimentos para manutenção de computadores e redes, e de desenvolvimento pessoal e cidadania. O objetivo do projeto, que contempla jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica, além de educar e formar cidadãos, é prepará-los para darem os primeiros passos no mundo do trabalho. Ao todo, o curso somou 800 horas de aula. Elen Luiza da Cruz Santos e João Bernardo da Luz Joaquim, oradores da turma, destacaram a importância desse tipo de iniciativa que qualifica os jovens para os primeiros passos na vida profissional. “Foi uma vitória fazer parte do grupo”, disse Elen.

Fonte: Procempa

Certificação da 7ª turma da Unidade Projeto Pescar Aemflo e CDL São José é marcada pela emoção

Após um ano cheio de experiências e de muitos conhecimentos, os 17 jovens da 7ª turma da Unidade Projeto Pescar Aemflo e CDL São José puderam, enfim, comemorar: estão preparados para encarar os desafios do mercado de trabalho! Essa conquista foi celebrada na noite do dia 5 de dezembro, durante a certificação marcada pela emoção e que reuniu familiares, amigos, voluntários e apoiadores do curso de Iniciação Profissional em Serviços de Comércio. A celebração aconteceu na sede da AEMFLO e CDL São José, em Barreiros.

Um dos pontos altos da noite foi o momento em que a senhora Angelita, mãe da jovem Stefany Luiza, falou em nome das famílias. Ela deixou todos emocionados ao afirmar que o Projeto Pescar foi a resposta de uma oração da filha, que queria muito fazer um curso preparatório para o mercado de trabalho, mas a família não tinha condições financeiras para arcar com os custos. Ela disse ainda que o Pescar proporcionou mudanças não só na vida da filha, mas também em toda a família e finalizou agradecendo às entidades e apoiadores por abrirem as portas e acreditarem nos jovens.

Outro momento marcante foi a hora em que os jovens apresentaram seus talentos revelados durante o ano. Enquanto alguns tocavam violão, outros dançavam e cantavam, entoando uma paródia que dizia:

Se tu entra no Pescar
Prepara pra mudar
Transformação cai bem
Ação também
Mas tem que ser pra valer
Não vai te arrepender
Então olha bem
te prepara pra transformação…”

A jovem Thalita Abreu, de 17 anos, conta que se emocionou muito na certificação. “Foi gratificante relembrar nossa trajetória. Tivemos muitas conquistas e também desafios, que foram essenciais para o nosso crescimento. Eu sou outra pessoa depois do Projeto Pescar. Desenvolvi minha liderança e aprendi lições valiosas sobre autoconhecimento”, revela a jovem que vai prestar vestibular para nutrição.

O jovem Victor Costa, de 20 anos, descreve como a formatura foi linda. “Todos se emocionaram bastante. Criamos um vínculo muito forte com os voluntários, quase uma relação entre pais e filhos. Um dos momentos mais marcantes para mim foi a homenagem à nossa educadora”, relata. Ele completa que o Projeto Pescar mudou tanto sua vida pessoal, quanto profissional. “Contribuiu muito para o meu amadurecimento. A partir de agora, vou em busca de um trabalho na minha área: mecânica industrial”, revela o jovem.

A presidente da AEMFLO e CDL São José, Nadir Koerich, participou da formatura e confessa que também se emocionou. “Foi uma noite muito especial. Mais de 80 jovens da região já passaram pelo Projeto Pescar e, a cada certificação, vemos o brilho no olhar, o preparo e a motivação para entrar no mercado de trabalho. Parabéns a todos esses jovens pela trajetória! Vocês são o futuro do nosso país”, afirma.

Fonte: Aemflo e CDL São José

 

Certificação dos aprendizes do Projeto Pescar na Ticket Log

A tarde de 8 de dezembro foi muito especial para todos os envolvidos com a 8ª turma do Projeto Pescar da Ticket Log, em Campo Bom. Convidados da direção, voluntários internos e externos, se reuniram na sala do Projeto Pescar para celebrar a conquista dos 19 jovens participantes do curso de Iniciação Profissional em Serviços Administrativos, que na sua grande maioria foram contratados para diferentes setores da empresa.

Para a educadora Márcia Rambo o momento da certificação é muito importante, pois celebra todo o aprendizado do ano.  Ela ainda salienta: “Sou muito grata a todos que de alguma maneira contribuem para a formação destes jovens e que oportunizam o ingresso deles na nossa empresa. ”

A jovem Caroline Mora Monteblanco, 17 anos, que foi efetivada como assistente de serviços comenta sobre a experiência: “O Projeto Pescar foi algo incrível em minha vida este ano, pois além de ter me proporcionado o início e a preparação para a carreira profissional, aprendi  todos os dias a evoluir mais como pessoa, junto de pessoas,  e a descobrir diversas maneiras de ver as coisas. Foi uma fase, em que juntos aprendemos, e  nos ajudamos. Só tenho a agradecer imensamente, por terem me proporcionado coisas que ficarão eternizadas em minha memória. Ganhei amigos, aprendizado, oportunidade de trabalho e experiência com convívio em grupo, que ampliou meus horizontes, e me mostrou o quanto um grupo tem força e pode gerar resultados. Minha gratidão  a Ticket Log por apoiar e ter este projeto.”

Transforme o seu imposto de renda em um novo futuro para os jovens do Projeto Pescar

Pessoas físicas e jurídicas têm até o próximo dia 29 de dezembro para doar parte do seu Imposto de Renda a ser recolhido aos cofres públicos para projetos ou fundos de instituições ligados à criança e adolescentes, idosos, projetos culturais, audiovisuais, esportivos e programas de auxílio a pessoas com câncer ou deficiência. Pessoas físicas podem destinar até 6% do imposto de renda devido e pessoas jurídicas até 1% através do FUNCRIANÇA, programa da prefeitura de Porto Alegre que capta recursos para financiar projetos de promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Para doar, basta acessar o site www.funcrianca.procempa.com.br e clicar em “Faça sua Doação”. Se quiser doar ao Projeto Pescar basta escolher a opção “Projeto Manutenção Programa Social Pescar”. Depois de escolher a instituição, você deve preencher seus dados e pagar o boleto com o valor escolhido. O benefício fiscal poderá ser utilizado no ano subsequente ao dos aportes, desde que as contribuições sejam feitas até o último dia útil do ano, 29/12/2017.

O Projeto Pescar é um programa de formação socioprofissionalizante que proporciona o acesso de jovens de baixa renda, com idades entre 16 e 19 anos, ao mundo do trabalho.  Em seus 41 anos de existência já formou mais de 29 mil jovens. A grande motivação da entidade e de todos os parceiros é construir uma sociedade mais solidária, com pessoas e organizações transformadoras.

Anúncio FPP Funcriança 26,1 x 35(correc data)

“Dentista do Bem” recebe prêmio Jubileu de Ouro do CRO-RS e é embaixadora do projeto no Sul do Brasil

A Dra. Ligia Maria Nogaretti, recebeu neste mês, o prêmio Jubileu de Ouro, do Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul (CRO/RS), pelos seus serviços prestados à sociedade, e foi escolhida como uma das 15 embaixadoras, única no Sul do Brasil, do projeto Dentista do Bem. A conquista da coordenadora do projeto, no evento Sorriso do Bem, em Poços de Caldas/MG, reforçou a importância do trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem em seu próprio consultório crianças e jovens de baixa renda entre 11 e 17 anos, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito até que completem 18 anos.

Apoiador institucional da Fundação Projeto Pescar, o projeto Dentista do Bem, traz um benefício imenso para os jovens. Juliana Stoduto, da 8ª turma do Projeto Pescar na Hoepers, agradece a oportunidade: “Se não fosse a ajuda de todos e da doutora Mariana Schöller, que faz parte da equipe do Dentista do Bem, eu não sei quando conseguiria colocar um aparelho e ter uma vida bucal saudável.”

dra. ligia

Jovens das Unidades Consolação e Fisa têm poemas e prosas publicados em livros do Fogap e da Mostra Recria

Três trabalhos produzidos nas Unidades da Rede Projeto Pescar, em Caxias do Sul/RS, tiveram destaque regional e local. Neste ano, a Superintendência Regional do Ministério do Trabalho do Rio Grande do Sul, o Ministério Público do Trabalho da 4ª Região, o Fórum Gaúcho da Aprendizagem e o Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente publicaram um livro com os trabalhos dos jovens participantes dos concursos de prosa, verso e imagem.

Na Unidade Consolação, o jovem Deivid Antonio Rosa da Costa teve seu texto publicado pelo Fogap, assim como o jovem Lucas Antônio Nissola Erdmann, da Unidade Projeto Pescar Fisa. A colega de Deivid,  Bruna dos Santos Vargas, teve destaque em outro concurso, conquistando o 1º lugar na categoria prosa, da X Mostra Literária da Rede Recria.

A Mostra Recria é promovida pela Fundação de Assistência Social (FAS), em parceria com a Associação Criança Feliz (ACF), e com apoio da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e do Departamento do Livro e da Leitura da Secretaria Municipal da Cultura (SMC). Em 2017, aproximadamente 400 textos foram enviados por 23 entidades e os textos de todos os participantes foram publicados em um livro. Abaixo, as produções dos jovens:

LIVRO FOGAP

UM SONHO DE SER CRIANÇA
Deivid Antonio Rosa da Costa – 17 anos
Unidade Projeto Pescar Consolação

Trabalho infantil: uma história que vem de longe.
Seria uma forma de violência? Talvez a mais cruel delas?
A violência rouba o que a criança tem de mais precioso. O direito de ser de viver como criança, o olhar triste de humilhação e de vergonha de nossas crianças vítimas do trabalho infantil, clama por justiça, por uma ajuda que demora a chegar, por uma palavra de amor e carinho.
Parece óbvio que crianças sofrem sem receber qualquer ajuda, sem receber um pedaço de pão. Qual o sentido da vida se não fazemos o que é necessário para o futuro do mundo ou pelo menos o futuro de crianças abusadas diariamente, não apenas como mão de obra, mas também para o prazer de um ser humano sem coração.
Tem coisas que não voltam atrás, assim como “um minuto”. Em um minuto, muitas coisas acontecem, uma flor pode perder as suas pétalas, uma história pode chegar ao fim e uma lágrima pode cair e afastar um sorriso. Em vários momentos, um minuto pode parecer pouco, mas para quem tem sede de justiça, um minuto é o sofrimento de uma eternidade.
“Eternidade”é a palavra que define a dor por não ser amado.
Um minuto é tudo que preciso para realizar um sonho, sonho de ser livre, de ser amado, de ser criança.

REALIDADE CONTURBADA
Lucas Antônio Nissola Erdmann – 18 anos
Unidade Projeto Pescar FISA

Vamos falar hoje, da menina Juliete
Trabalha pros adultos igual marionete
e aqui na rima eu falo insanidade
Só que o povo brasileiro não curte a verdade
Enquanto crianças jogam bola de pé no chão
No semáforo eu faço malabares de pés descalços
Se minha infância deveria ser empinar pipa e jogar taco
Por que eu me criei juntando tabaco?
Se sobreviver é viver na exploração infantil
Todos tratados como bicho
A maioria dos bebês achados no lixo
Falando de criança vamos parar pra pensar
Elas vão ajudar ou prejudicar
No mundo lá fora eu sei que é muita dor
Mas temos sentimentos, vamos expor o amor
E das pessoas guardar menos rancor
O mundo é cheio de cores
Pare de dar socos e passe a dar flores

MOSTRA RECRIA

A AMIZADE É COMO MÚSICA
Bruna dos Santos Vargas, 17 anos
Unidade Projeto Pescar Consolação

A amizade é como música, algumas duram o tempo de uma festa, outras definem um capítulo de sua vida. Existem aquelas que você escuta quando o dia está ótimo e outras que acompanham suas lágrimas. Há amizades que morrem com o tempo, outras se fortalecem conforme as horas passam. Tem aquelas que você adorava, mas o tempo passou, tornando a letra sem sentido e foi esquecida.

Existe também a que mais dói. A música que prometeu definir sua vida, mas acabou machucando, te fazendo jamais escutá-la outra vez. E existe aquela amizade que não é música, mas sim um disco completo, um repertório de todo o show que você faz diariamente. Aquela que te entende mesmo sem entender a si mesma. Aquela que acompanha nas músicas alegres, mas principalmente consola com tristes canções. Essa amizade não se limita apenas ao disco, ela se torna sua parceira de dança. De todas as músicas, essa será aquela que marcará você para sempre.

E você entende finalmente que não são necessárias tantas canções porque você tem uma parceira de dança que jamais te deixará quando a música chegar ao fim.

 

Fundação Projeto Pescar participa da 2ª Feira da Aprendizagem Profissional

A Fundação Projeto Pescar e a empresa AGCO participaram da  2ª Feira da Aprendizagem Profissional, realizada nos dias 30 e 31 de outubro, em Porto Alegre/RS. O evento foi  promovido pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Estado (SRTE RS), por meio do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional (Fogap) e do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti).

ff8b1e83-b3db-4b4c-90aa-f37749fa8375

A empresa AGCO é mantenedora institucional da Fundação Projeto Pescar e oferece vagas para jovens em situação de vulnerabilidade social em três Unidades do Projeto Pescar, nos municípios de Canoas/RS, Santa Rosa/RS e Mogi das Cruzes/SP

a3be5ff6-bc70-4390-bf87-b4ebe7906882

Turma da Soul visitando a Feira da Aprendizagem

4599a155-a5e3-4a76-a798-304e30e19a84

Representantes da Fundação Projeto Pescar, Vinicius de Almeida Americo e Fernanda Zimpel, com a coordenadora geral do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional, Denise Natalina Brambilla Gonzalez

 

Com o tema ‘Aprendizagem: aprimorando a profissionalização e combatendo o trabalho infantil’, foi possível chamar a atenção da sociedade sobre a importância deste tipo de programa na formação dos jovens, antes do ingresso no mundo do trabalho. Vinicius de Almeida Americo (Suporte aos Conselhos) e Fernanda Zimpel (Suporte Jovem Aprendiz) participaram do espaço dedicado para as entidades formadoras  da Aprendizagem Profissional.

 

 

Certificação da Unidade Projeto Pescar Procempa será no dia 20 de dezembro

Elen e Tyfani, representando os demais jovens da Unidade Projeto Pescar Procempa, em Porto Alegre/RS, entregaram na sexta-feira (01), ao diretor-presidente da Companhia, Paulo Roberto Miranda, e ao diretor Administrativo, Marco Antônio Seadi, o convite para a solenidade de formatura do grupo. A cerimônia será dia 20 de dezembro, no Teatro Renascença, às 20h. Esta é a 13ª turma do Projeto Pescar Unidade Procempa a se formar.

Miranda destacou a importância da ação pautada pela busca da inclusão social e profissional dos adolescentes. O projeto desenvolvido na Procempa contempla 17 jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica. Eles participaram, durante o ano de 2017, do curso de Iniciação Profissional em Serviços de Informática e Redes. Foram aulas ministradas por instrutores voluntários externos e funcionários da própria Companhia, e incluíram conhecimentos para manutenção de computadores e redes, entre outras atividades de desenvolvimento pessoal e cidadania. Seadi ressaltou a seriedade do projeto e a importância da parceria com a Fundação Pescar no apoio aos adolescentes.entrega convite

Fonte: Procempa

Jovens do Banrisul participam de concerto no Theatro São Pedro

Os jovens da Unidade Projeto Pescar Banrisul, em Porto Alegre/RS, tiveram uma experiência cultural bem diferente na tarde do dia 17 de outubro. Eles participaram dos Concertos Banrisul para Juventude no Theatro São Pedro, em Porto Alegre. Mais de mil alunos de 18 escolas assistiram à Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro.

Sob a dinâmica lúdica e interativa do maestro Antônio Carlos Borges-Cunha, compositores como Mozart, Vivaldi, Bach, Carlos Gomes, Villa-Lobos, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Toquinho e Marcos Valle, fizeram parte da seleção musical. A garotada teve a chance de diferenciar, por exemplo, instrumentos de corda, como violino, viola, violoncelo e contrabaixo.

“Os Concertos Banrisul para Juventude é um importante projeto patrocinado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul, que consiste em 12 apresentações a cada ano, como a realizada hoje”, salientou o maestro Borges-Cunha. Ele transmitiu, ainda, palavras de incentivo e motivação aos alunos interessados em aprender a tocar um instrumento musical.

A educadora social Cláudia Fernandes, da Fundação Projeto Pescar, acompanhou a turma e avaliou o evento. “Achei o espetáculo maravilhoso, a cada ano ele se renova. Acredito que os jovens saíram daqui totalmente diferentes de quando chegaram. Percebi muita emoção e brilho no olhar deles”.

Os jovens José Henrique, Cláudia e Emanuele ficaram encantados e emocionados com a apresentação. Para eles, foi uma oportunidade única de conhecer novos instrumentos, de participar de um evento cultural e de relembrar músicas da infância.

A cantora Anna Lira, de 10 anos, que participou do programa de TV “The Voice Kids”, cantou a música “Estrela, Estrela”, de Vitor Ramil. Ao final da performance, foi a vez de todos os jovens presentes ao teatro cantarem, juntos, a música “Fico Assim Sem Você”, de Adriana Calcanhoto.

A temporada de 2017 dos Concertos Banrisul para Juventude vai encerrar no dia 21 de novembro, com duas apresentações, às 10h e 15h.

Os jovens do Pescar Banrisul, com a cantora mirim Anna Lira (ao centro), que participou do programa “The Voice Kids 2017”.

Jovens do Banrisul, com a cantora mirim Anna Lira (ao centro), que participou do programa “The Voice Kids 2017”

Fonte: Assessoria de Imprensa do Banrisul