Unidade Projeto Pescar Banrisul moderniza laboratório de Informática

A Unidade Projeto Pescar Banrisul, em Porto Alegre/RS, recebeu 23 novos computadores do Banco para as atividades do seu laboratório de Informática. Do total, 20 máquinas serão utilizadas pelos jovens e três, pela administração da unidade.

De acordo com o assessor técnico e articulador do Projeto Pescar Banrisul, Fernando da Silva Ramos Filho, os equipamentos servirão para pesquisas e trabalhos nas disciplinas de Excel, Informática, Tecnologias, Contabilidade, Matemática, Empreendedorismo e Gestão, além de elaboração de documentos oficiais.

A iniciativa, promovida pelo Pescar Banrisul/Gestão de Pessoas, teve o apoio das Unidades de Infraestrutura de Tecnologia e da Unidade de Gestão Patrimonial.1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: assessoria de imprensa do Banrisul

“O Projeto Pescar nos direciona para o mercado de trabalho”, diz Amanda Quadros, jovem da 2ª turma da Top Car e Motul Corazón

Durante a apresentação da 2ª turma da Unidade Projeto Pescar Top Car e Motul Corazón à comunidade, foi possível conhecer os jovens e os benefícios do programa para as empresas envolvidas, apoiadores, voluntários, a própria turma e seus familiares.

A jovem Amanda Ataya Quadros imaginava que o Projeto Pescar era bom, mas não sabia o quanto: “É bem melhor, pois nos direciona para o mercado de trabalho, com instruções sobre a postura dentro de uma empresa, cumprimento de regras, uso de uniforme.”

Para a sua colega, Fernanda Simões Cabello, o que mais chama  a atenção no programa é o seu desenvolvimento pessoal: “Eu não conseguia ser uma pessoa proativa. Mas agora, com as orientações da Claudia, nossa educadora, coloco minhas opiniões e participo mais, pois antes eu não pensava em ajudar ou em fazer alguma coisa. Está sendo bem boa essa mudança. ”

As jovens Amanda e Simone

As jovens Amanda Quadros e Fernanda Cabello

O diretor do Grupo Top Car, Guilherme Scheer, ressaltou a importância desta oportunidade e de como aproveitá-la, relacionando com outras oportunidades que a turma terá na vida e carreira, como a trajetória profissional de seu pai, Osvaldo Scheer, fundador da empresa.

O representante da Motul Corazón, Luís Fernando Braga Rocha, levou aos jovens uma palavra de incentivo, falando da satisfação da empresa Motul em fazer parte desta parceria e manter o Projeto Pescar na cidade de Porto Alegre, proporcionando a formação de jovens em situação de vulnerabilidade social.

O diretor da Fundação Projeto Pescar, Edgar Bortolini, fez uma reflexão sobre os 40 anos do Projeto Pescar e salientou que os bons exemplos de profissionais de hoje são os que no passado, aproveitaram as oportunidades que tiveram: “Amanhã, vocês podem estar na mesma posição.”

Os padrinhos da 2ª turma trouxeram votos de sucesso e realização para os jovens. “Cada padrinho enalteceu, através de uma palavra, cada um dos seus afilhados, trazendo na fala os ganhos desta ação na empresa e como isso tem ajudado a garantir uma maior proximidade entre os colegas e a melhorar o clima interno da organização”, conta a educadora social, Claudia Wentz.

A turma concluiu a apresentação com um vídeo feito por eles, com a trajetória de cada jovem até chegar no Projeto Pescar.  Segundo Claudia, a turma tem passado por momentos únicos e muito bons juntos, são parceiros, companheiros e levam a certeza de que aqui estão construindo amizades para toda a vida.

 

Semana do Pescar mobiliza empresas e organizações parceiras

O que acontece na sala de atividades do Projeto Pescar? Esta pergunta foi respondida de norte a sul do país, pelos jovens atendidos pelo programa. Durante a Semana do Pescar na Organização, realizada de 4 a 8 de agosto, os adolescentes explicaram para os colaboradores das empresas e organizações parceiras da Fundação, os benefícios do programa e o quanto o Projeto Pescar mudou as suas vidas. Abaixo, algumas ações:

Jovens da Unicred Porto Alegre iniciam período de vivências na cooperativa

Na próxima segunda-feira (4/09), inicia o período de vivências da 8ª turma da Unidade Projeto Pescar Unicred Porto Alegre, nos setores da cooperativa. De segunda a quinta-feira, das 14h às 18h, os jovens estarão acessando das áreas acompanhados da educadora social, Nara Cecília Lopes dos Santos, e de um monitor-colaborador.

Estas vivências envolvem análise ou reflexão da atividade realizada, sempre conduzida pelo educador social. É o momento do exercício do que vem sendo desenvolvido teoricamente ao longo do programa de Iniciação Profissional em Serviços Administrativos.

A análise do comportamento do grupo e o feedback da turma no encontro com o educador social, nas sextas-feiras, é a parte mais importante desta experiência, pois através das discussões, eles exercitam o aprendizado teórico. Abaixo, os jovens e as áreas acessadas durante este período:1

Unidade Banrisul reúne responsáveis pelos jovens do Projeto Pescar

 “A reunião com os responsáveis pelos jovens do Projeto Pescar busca trazer a família para perto, atingindo a premissa da corresponsabilidade”, explica a educadora social, Claudia Fernandes. Segundo ela, a cada bimestre, a Unidade está conseguindo uma participação mais efetiva da família, e com isso atinge um resultado muito melhor no desempenho dos jovens: “São discutidos conceitos, como a postura dos jovens, participação nas aulas e sua formação como ser autônomo, competente e solidário.”

Educadora social, Claudia Fernandes, e o Articulador da Unidade, Fernando da Silva Ramos Filho

Educadora social, Claudia Fernandes, e o Articulador da Unidade, Fernando da Silva Ramos Filho

O processo é continuo. Uma vez  por semana, à educadora social e os jovens discutem questões de âmbito pessoal e profissional, e observações relevantes são registradas, para que na reunião seja discutido com a família maneiras de realizar uma intervenção positiva: “Junto é apresentado uma ficha de acompanhamento do jovem, com sua porcentagem de frequência, atitudes comportamentais apresentadas no decorrer do curso e o gráfico Sistema de Avaliação Pescar – SAP Jovem, de cada participante da turma.”

A reunião foi realizada no dia 23/08, no Centro Social Banrisul, e contou com a participação de 90% dos responsáveis.IMG_1907 IMG_1909

Jovens do Grupo Digicon agradecem a participação dos voluntários na sua formação

Hoje (28/08), a manhã no Grupo Digicon foi especial para os voluntários do Projeto Pescar. Os jovens visitaram os setores onde os profissionais trabalham e entregaram um cartão e um presente confeccionado pela turma, em homenagem ao Dia Nacional do Voluntariado.

“Só tenho a agradecer à empresa, a professora Natália e aos jovens, pelo reconhecimento ao nosso esforço e dedicação”, destaca o voluntário de Eletricidade, Cristiano Pegoraro. Para o jovem Gabriel Jacques, o momento foi muito gratificante: “Eu achei muito legal a reação dos voluntários e ver como eles ficaram felizes com a nossa homenagem”.

Homenagem – A educadora social, Natália Martins Martins, conta que o cartão foi assinado pelo diretor-presidente da empresa, Peter Richard Elbing, valorizando o envolvimento de todos que se dedicam a formação dos jovens.

A sugestão de presente partiu da própria turma, que aprovou a ideia de uma das jovens, de produzir um enfeite para lápis, em formato de like: “Ela é artesã e ensinou a técnica para os colegas”, conta.

 

Projeto Pescar é apresentado na cidade de Cruz Alta, no Jornal do Almoço da RBSTV e na TV Unicruz

Assista a participação do coordenador da Fundação Projeto Pescar, Marcelo Menna Barreto, no Jornal do Almoço de Cruz Alta/RBSTV: aqui

Na terça-feira (22/08), foi realizada uma reunião em Cruz Alta, para apresentar o Projeto Pescar a todos os empresários locais. O evento aconteceu no Clube Arranca, às 19h, e reuniu cerca de 100 pessoas.

A repercussão foi muito positiva na comunidade. A administração municipal, segundo o secretário Emerson de Souza, será parceira do Pescar no município, assim como a empresária Patrícia Librelotto, uma das articuladoras do evento: “Nós já tivemos uma reunião com o prefeito Vilson Roberto e com o secretário Emerson, que está nos ajudando muito. Eles acreditam que realmente o programa fará a diferença na nossa cidade, para ajudar todos esses jovens, que estão estudando, mas ainda não decidiram sua profissão”, conta Patrícia.

Marcelo Menna Barreto, responsável pela expansão da Fundação Projeto Pescar, esteve presente explicando como funciona e tudo o que é necessário para realizá-lo em Cruz Alta. A ideia é a formação de um consórcio, mobilizando parceiros locais, para a implantação de uma Unidade do Projeto Pescar e o atendimento aos jovens de baixa renda da comunidade, oferecendo uma formação que os deixa mais fortalecidos para enfrentarem os desafios do mundo do trabalho, como a conquista do 1º emprego.

Confira as notícias divulgadas no município:

Cruz Alta Online: Veja

Jornal Atualidades: aqui

Prefeitura local: Neste link

Jornal do Almoço: assista

TV Unicruz, dos 6’50” aos 11’38”:

Unidade Artecola e Fundação Francisco Xavier Kunst promove abraço grátis no centro de Porto Alegre

…Num dia agitado tem um jeito de ficar sempre bem. Abrace demoradamente quem você gosta….

Mas os jovens da Unidade Artecola e Fundação Francisco Xavier Kunst foram além e promoveram abraços grátis no centro da capital gaúcha. A ação surpreendeu os pedestres e trouxe alegria para as pessoas.

Egresso da Intral é voluntário de eletrônica na Unidade

O conhecimento adquirido no programa de Iniciação Profissional em Eletromecânica está sendo compartilhado pelo egresso Cauê de Brito, com os jovens da Unidade Intral. Além de funcionário da empresa onde realizou a formação, ele atua como voluntário na disciplina de eletrônica da turma de 2017.

O egresso enumera os benefícios de ter participado do Projeto Pescar: “Me ajudou muito, principalmente na parte comportamental! Ensinou-se a lidar com as pessoas e a trabalhar em grupo, auxiliou-me na conquista do meu primeiro emprego e na escolha do meu curso na faculdade.”

Para Brito, o conhecimento adquirido, combinado com o seu comportamento, dedicação e persistência, o ajudou a se manter atuando na empresa: “Além disso, o educador social foi de estrema importância, devido a sua história profissional, seu apoio e por sua atenção e dedicação.”

Os voluntários têm papel fundamental no desenvolvimento dos sonhos dos jovens atendidos pelo Projeto Pescar e, quando passaram pela experiência de ter vivenciado o programa, são uma inspiração a mais para todos os envolvidos.Egresso voluntário