Jovens do Projeto Pescar conquistam 1º e 3º lugares no III Concurso Literário e Concurso de Imagem para Aprendizes do Estado do Rio Grande do Sul

Doce Infância é o nome do desenho de Wellington Renato Acosta, classificado em 1° lugar na categoria IMAGEM, no 2° FOGAP da Canção e III Concurso Literário e Concurso de Imagem para Aprendizes do Estado do Rio Grande do Sul.

🤗O Renato é da Unidade Projeto Pescar Acial, em Alvorada.

EPSON scanner image

 

😀As jovens da Unidade Projeto Pescar Grupo Fleury, Isadora Machado da Silva e Giulia Recoba da Costa também se classificaram na premiação: em 3° lugar na categoria PROSA e em 1° lugar na categoria VERSO, respectivamente.

Todos os aprendizes da Rede Projeto Pescar que se aventuraram a escrever, desenhar e compor tiveram seus trabalhos publicados no livro Aprendizagem e Erradicação do Trabalho Infantil em Prosa, Verso, Imagem e Música, lançado na Feira do Livro de Porto Alegre.

Parabéns aos jovens participantes do concurso e classificados das Unidades Projeto Pescar ACIAL, Banrisul, Grupo Fleury, Unimed Porto Alegre e Zensul. Abaixo, prosa e verso classificados:

A CANETA E A ENXADA

Estudar nem sempre é fácil
O desânimo bate à porta
A nota vai caindo
E o aluno se revolta

Mas lhe é lembrado
Que a caneta
Pesa menos que a enxada
Que uma cabeça cansada
É menos pior que a capina forçada

É injusto falar tudo isso
Quando a educação é tão distante
Da realidade dos alunos
Mas será que existe mesmo
Trabalho árduo, crianças soturnas?

Pode até ser exagero
Mas a frase dos nossos pais
Tem um quê de verdade
Os tempos mudaram,
E ainda há trabalho de baixa idade

No ponto de vista econômico
Pode parecer positivo
No mundo do trabalho, criança ativa
Mas o que será do futuro,
Dos horizontes dessas crianças,
Desses futuros cidadãos?

Com certeza, seu horizonte
Terá menos cor e menos luz
Do que o de outras crianças
Que tiveram o incrível privilégio
– Incrível, pelo fato de nem todas terem

De ter uma infância
Feliz e colorida
Com amigos e família
Protegida e com mais vida

Podemos concluir, assim
Que infância tem renda
Que quem é pobre, recorre
A toda instância
Possível e impossível
Para ter a comida no prato

E os pais que podem,
Nem sempre garantem uma boa infância
Pois não se resume a dinheiro
Mas também dedicação emocional

O que será pior, uma criança trabalhando,
Com a família ao lado
Ou uma criança com tudo
Mas sem uma família?

Os dois…
Criança trabalhando
É a sociedade regredindo
Criança sem família
É a sociedade se destruindo.

Giulia Recoba da Costa
Unidade Projeto Pescar Grupo Fleury

REVOLUÇÃO

Imagine
Uma estação de trem
Um trem
Um trilho
Pessoas
De repente esse trem começa a descarrilhar
O trilho estava quebrado
As pessoas sabiam, mas, optaram pela omissão.
Agora essas mesmas pessoas correm desesperadas atrás de uma solução
O trem é o Brasil
O trilho a educação
E o descarrilamento é o que tem acontecido com a nossa nação
Vejo muitas crianças com enxadas e poucas com livros nas mãos
Querem que o Brasil avance
Mas como avançar nesta situação? 
Sem base
Sem educação
Quando a base de um país é negligenciada
Temos por consequência uma sociedade ignorante e alienada
Marionete nas mãos de salteadores residentes em Brasília
Nesta guerra por justiça
Não utiliza-se armas de fogo
Mas inteligência, ética, conhecimento e informação
Não se pode clamar por justiça
Se o direito da criança de estudar tem sido ignorado
Se os estudos dela tem sido trocados pelo trabalho
O conhecimento por um salário ou não
É preciso parar, pensar e se questionar aonde queremos chegar.
Imagine se tivessem privado Ludwig Van Beethoven de estudar
Não teríamos um gênio para lembrar
Nem a nona sinfonia para escutar
Ah! mas ele tinha talento…
Todo talento é inútil quando não é estimulado
Você está de que lado?
Do certo ou do errado?
Você quer um país avançando ou estagnado?
Lembrem-se, nós somos a revolução, o futuro e a voz da nação.
Quando o trabalho infantil for erradicado
Teremos escolas mais cheias e livros bem aproveitados
Alunos conscientes e bem informados
Lutando contra um país corrupto e manipulador
Teremos dias ensolarados
Mas pra isso é preciso consciência
A neutralidade também é uma escolha
E toda escolha tem sua consequência
Eu escolho levantar a base!

Isadora Machado da Silva
Unidade Projeto Pescar Grupo Fleury